Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió

Postado em 15 de Abril de 2021 ás 14:47

Policiais penais denunciam condições de trabalho. Eles temem contrair doenças como leptospirose. Seris disse que está reformando unidade prisional. Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
As chuvas das últimas horas em Maceió provocaram alagamentos no presídio Baldomero Cavalcanti. Imagens cedidas pelo Sindicato dos Policiais Penais do Estado de Alagoas (Sinasppen), nesta quinta-feira (15), mostram os estragos na unidade prisional.
O presidente do sindicato, Vitor Leite, disse que o presídio não suporta horas de chuva, e denunciou as condições de trabalho. Ele contou que os policiais penais temem os perigos, como contrair leptospirose.
"Isso é resultado da chuva de ontem para hoje. Essas imagens são do presídio Baldomero Cavalcanti, que é o maior presídio que nós temos aqui no estado. Você vê com uma chuva de poucas a situação que fica a unidade. Nós temos aproximadamente mil presos lá. Temos que fazer todo o trabalho de contenção de presos, segurança e ainda trabalhar com a água chegando na metade da canela da gente. E ali é um ambiente totalmente insalubre. Tem rato, escorpião. Tem muito risco, principalmente de leptospirose em um cenário como esse", disse.
Por meio de nota, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou que houve alagamento, mas a situação se normalizou, e que está reformando a unidade prisional (confira a nota na íntegra abaixo).
Nota da Seris
A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informa que monitora, por meio de sua equipe de engenharia, a situação do Presídio Masculino Baldomero Cavalcanti, que, em razão das chuvas atípicas registradas durante toda a madrugada e manhã desta quinta-feira (15) em Maceió, registrou alguns pontos de alagamento. Ressalte-se, porém, que o nível da água baixou já no final da manhã, permitindo, assim, que a situação fosse normalizada sem prejuízo à segurança daquela unidade.
Ressalte-se, porém, que a gestão prisional tem feito intervenções importantes na referida unidade prisional, que passa pela primeira grande reforma após mais de duas décadas. As intervenções contemplam as lajes de corredores e módulos – que receberam novas telhas e manta impermeabilizante –, pintura e reforma do espaço multieventos, área administrativa e dormitórios para os policiais penais, além da instalação de novo sistema de fossas sépticas e caixas de gordura em diversos módulos.
Confira as imagens que mostram o alagamento no presídio
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Escorpiões encontrados no presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/ Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
Chuva alaga presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió
Divulgação/Sinasppen Alagoas
VÍDEOS: veja os estragos causados pela chuva em Alagoas
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
OUÇA AO VIVO
-