Causa da morte de menina assassinada pela mãe em Maravilha foi espancamento, diz IML

Postado em 26 de Janeiro de 2021 ás 11:24
Informação foi divulgada nesta terça-feira (26). Menina foi morta no banheiro de casa e teve olhos e língua arrancados com uma tesoura. O Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a causa da morte da menina de cinco anos assassinada pela mãe em Maravilha, no Sertão de Alagoas, foi por espancamento. A informação foi divulgada nesta terça-feira (26).
A menina foi morta no banheiro de casa no domingo (24), e teve os olhos e a língua arrancados com uma tesoura. Os familiares arrombaram a porta quando sentiram falta da mãe e da filha.
O delegado de Santana do Ipanema, Hugo Leonardo, disse em um vídeo que os familiares da mulher serão ouvidos, mas que as investigações apontam que ela teve um surto psicótico quando cometeu o crime, pois tem transtornos mentais.
Na segunda (25), a mãe da criança foi autuada pelo crime de homicídio e foi encaminhada para o Presídio Feminino Santa Luzia, em Maceió. Após a prisão, o Ministério Público Estadual (MP-AL) solicitou à Justiça que a mulher passe por exame de sanidade mental.
MP-AL pede que mulher que matou a filha passe por exame de sanidade mental
"O Ministério Público deixa nesse momento de pedir a sua prisão preventiva, mas considerando a sua periculosidade, a gravidade do crime, manifestou-se pela internação no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico, bem como requereu a instauração a instauração de incidente de insanidade mental para verificar se de fato a acusada é portadora de problemas psicológicos, problemas psiquiátricos, e qual a extensão dessa doença, caso ela possua", disse o promotor de Justiça Kleytione Pereira.
Veja os vídeos mais recentes do G1 AL
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
OUÇA AO VIVO
-