Eclipse total com 'Lua de Sangue' pode ser visto de Alagoas neste domingo

Postado em 15 de Maio de 2022 ás 11:59

Última vez que fenômeno foi visto do Brasil foi em 2015. O que é a Lua de Sangue?
Quem estiver em Alagoas entre a noite deste domingo (15) e a madrugada de segunda-feira (16) vai poder assistir a olho nu ao eclipse total da Lua, que será acompanhado de outro fenômeno, a "Lua de Sangue'.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
O eclipse poderá ser visto a partir de 22h32, momento em que a Terra começa a passar na frente da Lua, cobrindo o Sol. Quando o alinhamento alcançar a sua totalidade e a sombra encobrir completamente a Lua, ela ficará avermelhada e escura, porque não terá a incidência direta da luz solar. O fenômeno termina às 3h50 do dia seguinte.
A última vez que foi possível observar o eclipse total no Brasil foi no dia 28 de setembro de 2015 e, após esse fim de semana, ele só voltará a ser visto daqui no dia 14 de março de 2025, quase 3 anos depois.
Como acompanhar o eclipse total da Lua
Com um binóculo ou um pequeno telescópio já é possível ver facilmente a Lua sendo encoberta pela umbra (que é a parcela da sombra que não recebe luz alguma) formada pela Terra.
Mas quem não tem nenhum equipamento também poderá assistir ao eclipse, segundo o professor e astrônomo Adriano Aubert S. Barros, do Observatório Astronômico. "O fenônemo também pode ser visto a olho nu".
Leia também:
Posso olhar o eclipse sem proteção nos olhos?
Calendário astronômico: eventos para se observar no céu em 2022
Nasa divulga som inédito de um buraco negro; VEJA VÍDEO
Agora, para ver o evento em sua totalidade e a olho nu, é preciso pedir uma ajudinha aos astros para que as condições climáticas não atrapalhem o tão aguardado espetáculo.
"Esse será um possível problema para a visualização aqui no leste do Nordeste. Estamos no período chuvoso e a nebulosidade aumenta nos meses de maio a agosto. Contudo, devido à longa duração do eclipse, que na fase total durará mais de uma hora, aumentam as chances de sua observação", disse o professor Adriano Aubert S. Barros.
Se o tempo não ajudar, é apelar para a internet. O Centro de Estudos Astronômicos de Alagoas, que é uma entidade parceira da Usina Ciência da Ufal, vai acompanhar e transmitir o eclipse através do seu canal do YouTube (clique aqui e acompanhe).
Além do eclipse, o calendário astronômico do mês ainda tem duas chuvas de meteoros relevantes. A Eta Aquariids: ativa de 15 de abril a 27 de maio (pico, de 4 a 5 de maio); e a Tau Herculids: potencialmente ativa entre o fim de maio e o início de junho (pico, possivelmente de 29 a 31 de maio).
Lua terá coloração avermelhada durante o eclipse
Associação Paraibana de Astronomia (APA)/Divulgação
O que é um eclipse lunar total?
O fenômeno do eclipse lunar total ocorre apenas na fase da lua cheia, quando o satélite natural e o sol estão em lados opostos da Terra. Nesse ponto, a Lua pode se mover para a sombra projetada pela Terra(penumbra), resultando em um eclipse lunar.
No entanto, em um eclipse total a órbita ligeiramente inclinada da Lua a coloca acima ou abaixo da sombra da Terra formando a umbra (ponto cego dentro da sombra).
A coloração avermelhada que o satélite ganha durante o eclipse é resultado do da "Dispersão de Rayleigh", que é a dispersão da luz do Sol ou qualquer outra radiação eletromagnética pela atmosfera.
Imagens detalham as fases de um eclipse lunar total
Ariel Adorno/Arquivo pessoal
Horários das fases do eclipse em Alagoas
O eclipse começa em Alagoas às 22h32. Segundo o professor, à 00:29:03 do dia 16 de maio, o disco lunar estará totalmente imerso na umbra da sombra Terra. É a partir daí a fase total do eclipse, que durará 1h24.
À 01:53:56, a Lua começará a deixar a umbra da Terra, encerrando a fase total do eclipse. Mas o satélite continuará parcialmente encoberto pela umbra até as 2:55:07, quando entra na penumbra da Terra. Às 3:50:48, a Lua deixará a penumbra, encerrando o eclipse.
VÍDEO: em 2019, eclipse lunar total pôde ser visto em outras partes do mundo
Eclipse total da lua reúne curiosos no mundo todo
Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL
Veja mais notícias da região no g1 AL
OUÇA AO VIVO
-