Sem documento, pais de bebê morto no deslizamento em Maceió não conseguem liberação do corpo

Postado em 16 de Junho de 2021 ás 11:53

Cristiane Rodrigues e Anderson da Silva perderam tudo quando a casa em que moravam foi atingida por uma barreira. IML orientou familiares a tirarem 2ª via da certidão de nascimento da criança. Imagem mostra barreira que deslizou na Chã da Jaqueira, destruindo casas que estavam embaixo
Corpo de Bombeiros
Vjj
Após perder o filho de apenas 10 meses soterrado em um deslizamento de barreira na madrugada de terça-feira (15), no Chã da Jaqueira, em Maceió, Cristiane Rodrigues e Anderson da Silva agora vivem um outro drama: a dificuldade para liberação do corpo do bebê por falta da certidão de nascimento.
Após perder tudo durante a queda de barreira, inclusive o documento exigido pelo Instituto Médico Legal (IML) para que o corpo seja liberado, a família foi orientada a solicitar a segunda via do da certidão.
O pequeno Benjamin morreu após uma barreira atingir a casa em que ele e os pais moravam na Grota Santa Helena. A mãe estava com o filho no colo quando a casa foi atingida. O volume de terra acabou arremessando os dois em um córrego e ela não conseguiu segurar o bebê.
Equipes do Corpo de Bombeiro, Defesa Civil e até os vizinhos ajudaram na busca pelo bebê, que durou horas. O corpo, porém, só foi achado no final da tarde de terça-feira.
Após o deslizamento, Cristiane e Anderson precisaram ser socorridos ao Hospital Geral do Estado (HGE). O pai teve ferimentos leve, já a mãe precisou de suturas na cabeça e no ombro direito. Ambos já receberam alta.
Benjamin, de 10 meses morreu após queda de barreira em Maceió
Arquivo Pessoal
VÍDEO: veja o momento em que corpo de bebê é encontrado
Busca pelo corpo durou horas na Chã da Jaqueira, em Maceió
Veja os vídeos mais recentes do G1 AL
Veja mais notícias da região no G1 AL
OUÇA AO VIVO
-