Mulher é presa em Arapiraca, AL, por matar homem que negou a ela R$ 2 e um cigarro

Postado em 21 de Setembro de 2021 ás 16:47

Moradora de rua confessou o crime. Antônio de Jesus Silva foi esfaqueado no tórax e no pescoço. Homem é morto a facadas em Arapiraca por negar R$ 2 e um cigarro a moradora de rua em Arapiraca, Alagoas
Josival Meneses de Souza/Já é Notícia
Uma mulher de 27 anos foi presa nesta terça-feira (21) em Arapiraca, Agreste de Alagoas, por matar um homem que negou a ela R$ 2 e um cigarro. Em depoimento, ela confessou o crime. A informação foi confirmada ao g1 pelo delegado Felipe Caldas, da Delegacia de Homicídios da cidade.
Antônio de Jesus Silva, 52 anos, foi morto na segunda (20), em uma rua do bairro Manoel Teles. A prisão da suspeita, que é moradora de rua, só foi realizada nesta manhã em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar.
Segundo o delegado que investiga o caso, a mulher presa disse que conhecia o homem e que agiu em legítima defesa. Contudo, a informação contradiz relato de testemunhas.
"Ela disse que teria sido a vítima quem tentou esfaqueá-la primeiro, mas, pelas informações do local do crime, ela foi quem tirou a faca da cintura dele", explicou o delegado Felipe Caldas.
Após o crime, a mulher jogou a faca em um terreno baldio e fugiu.
"Ela mesma disse em interrogatório ser moradora de rua e, às vezes, dormir em albergues e barracos de conhecidos. É usuária de crack. Ainda estava sob efeito da droga, com fala confusa, olhar alterado," afirmou.
Após a prisão, ela foi conduzida para a Delegacia da Defesa da Mulher, em Arapiraca, onde fica à disposição da Justiça.
Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL
U
*Estagiário, sob supervisão de Roberta Batista
Veja mais notícias da região no g1 AL
OUÇA AO VIVO
-